Blog

Escolas, hospitais, bancos, escritórios, repartições públicas, shoppings, restaurantes, cinemas. Quantos locais recorrem ao ar condicionado para oferecer mais conforto e oferecer um clima agradável?

 

Esses ambientes, no entanto, podem prejudicar a saúde por meio do ar que respiramos caso não sigam as normas de limpeza exigidas.

 

Poeira, fungos, vírus e bactérias se acumulam nos filtros e tubulações de sistemas de climatização. Dessa forma, os microrganismos que ficam suspensos no ar podem causar problemas pulmonares que vão de simples alergias a doenças graves.

 

Sinusite, rinite, asma e bronquite são algumas das enfermidades causadas por seres microscópicos que se desenvolvem em locais úmidos e com pouca luz, como os sistemas de refrigeração.

 

Tais sistemas funcionam captando e filtrando o ar que é resfriado por uma serpentina e condensa gotículas de água. Essas gotículas se acumulam em uma bandeja, na base do equipamento, que se não for limpa corretamente serve como fonte de proliferação de causadores de doenças, uma vez que o ar é distribuído por todo o ambiente através de um ventilador e respirado por todos que dividem esse espaço.

 

Conhece todos os desenvolvimentos no sector

Este site usa cookies para obter os usuários de navegação de dados estatísticos. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso. Mais informações. Ok